Com 50,5 km de extensão, o Eurotúnel que liga o sul da Inglaterra até o norte da França é uma das maiores obras da engenharia moderna. Este túnel é tão grandioso que a terra escavada para criar este é capaz de preencher 7 estádios de Wembley, segundo maior estádio da Europa, e por volta de 13 mil pessoas trabalharam em sua execução e apesar de ser uma obra recente, esta construção foi idealizada pela primeira vez há mais de 200 anos!

Imagem 01: Eurotúnel

A primeira proposta para a construção de um túnel no canal da Mancha, surgiu em 1802 pelo engenheiro francês Albert Mathieu. No entanto, é de se imaginar que o projeto da época é diferente do atual. Desse modo, em 1909, foi apresentada a proposta do Eurotúnel e sua aprovação ocorreu apenas em 1973 e por fim, sua inauguração em 1994.

Projeto e construção

O eurotúnel possui três túneis paralelos entre si e cada um tem 50 km de extensão. Sendo dois túneis externos ferroviários com 7,6 m de diâmetro: Eurostar, trem para passageiros, e o Le Shuttle responsável por transportar automóveis. O túnel restante localizado no meio é de serviços de manutenção e para saída de emergência com 4,8 m de diâmetro e possui 15 m de distância dos outros dois túneis.

Imagem 02: Representação dos três túneis

Para definir o local correto do subsolo para serem construídos os túneis, foram utilizados sonares, radares e explosões de dinamites. As escavações do Eurotúnel foram iniciadas em 1988 e utilizaram-se onze tuneladoras também denominadas como tatuzão no Brasil máquinas de perfuração de túneis sendo cinco para o lado da França e seis para a Inglaterra. Os tatuzões começaram pelo túnel de serviço a fim dos engenheiros analisarem quais eram as condições do solo. 

Estes equipamentos possuem um ciclo de escavação e revestimento, no entanto, estes processos não ocorriam simultaneamente. Primeiramente, ocorria a escavação onde a terra era perfurada pela parte frontal e a lama e as pedras escavadas eram mandadas numa esteira dentro das tuneladoras, estes resíduos eram carregados até a outra ponta. Depois, através de bombas, vagões e tratores eram trazidos até a superfície. Neste processo de escavação, tinha como maior desafio o encontro dos túneis feitos pelo lado francês e inglês.

Imagem 03: Localização e extensão da construção

Em seguida, temos o revestimento: sendo cada aro do túnel composto por seis segmentos de concreto, estes eram fabricados nos canteiros de obras e conduzidos até os vagões para serem transportados até a parte frontal das tuneladoras. Após a chegada do concreto, tem-se um sistema giratório que leva o segmento ser agarrado a vácuo. Com isso, é formado um aro com 1,5 m de largura quando colocados os seis segmentos em sua devida posição. Após o revestimento, foi feita a colocação de trilhos e a montagem dos sistemas elétricos, de iluminação e comunicação.

Por fim, a retirada da água decorrente de infiltrações que é feita através de bombas de drenagem. Foram instalados pequenos dutos conectando a parte superior dos três túneis em um intervalo de 250 m a fim de reduzir a pressão do ar devido ao deslocamento dos trens. Também, para assegurar refrigeração foram instalados dutos de água fria nas paredes, logo regulando o calor gerado pelo atrito.

Influência do Eurotúnel

O eurotúnel facilitou o transporte não só de pessoas, mas também de automóveis e produtos. Cerca de 1 milhão de encomendas passam por dia neste túnel. Além disso, em 2020, foram transportados 1,5 milhões de caminhões e 2,5 milhões de pessoas viajaram pelo Eurotúnel. Esta construção possibilitou que a viagem do sul da Inglaterra para o norte da França seja feita em apenas 35 minutos. Desse modo, o trajeto Londres – Paris é feito em 2 horas, aumentando o fluxo de turistas e também impulsionando a economia local.

Referências Bibliográficas

https://culturainglesamg.com.br/blog/eurotunel/

https://celere-ce.com.br/grandes-obras/grandes-obras-da-engenharia-eurotunel/

https://super.abril.com.br/mundo-estranho/como-foi-construido-o-eurotunel/

https://super.abril.com.br/mundo-estranho/como-foi-construido-o-tunel-sob-o-canal-da-mancha/

https://civilizacaoengenheira.wordpress.com/2019/04/01/eurotunel-uma-construcao-a-50-metros-abaixo-do-mar/

https://civilizacaoengenheira.wordpress.com/2019/04/01/eurotunel-uma-construcao-a-50-metros-abaixo-do-mar/

https://www.institutodeengenharia.org.br/site/2016/02/02/como-foi-construido-o-eurotunel/

Escrito por: Julia Naomi Takano

Arte da capa por: Luiz Gustavo Begali