Steel Frame é uma metodologia construtiva muito utilizada nos Estados Unidos, o material principal estrutural utilizado na obra é o aço galvanizado. Portanto, para aplicação dessa metodologia podemos analisar alguns processos, como, história, vantagens, desvantagens e materiais de construção, podendo também ser comparada com nosso método convencional, a alvenaria estrutural.

Ver a imagem de origem
Construção em andamento de Steel Frame

Processos da construção 

  1. Origem e história 

Surgiu nos Estados Unidos por volta do século XIX em decorrência da “marcha para o Oeste”, um movimento em busca de conquista de território americano, com isso ocorrendo um grande aumento na população. Para resolver esse problema, os americanos buscaram soluções práticas, rápidas e de baixo custo com materiais que estavam disponíveis. 

Devido ao aumento do desmatamento, e a utilização de madeira de baixo custo e qualidade, recorreram a um material que devido a segunda guerra mundial estava em abundância, o aço. No Brasil esse método começou ser utilizado em 1998, aplicado em residências, com tecnologia e resultados diferentes para o construtor e consumidor.

  1. Vantagens 

O método “steel frame” tem vantagens não somente na sua execução, mas também em relação ao fator econômico, com custo inferior os métodos convencionais de construção. No qual o material utilizado, o aço, é produzido industrialmente, com prazos reduzidos na obra e sem muitas perdas. 

Outra vantagem está relacionada a leveza, devido ao peso reduzido, o aço quando distribuído uniformemente através das paredes, acontece um alívio nas fundações que garante a segurança da obra, evitando também a propagação do fogo e ataque de cupins por conta das propriedades naturais. Por causa do seu revestimento de zinco, sua resistência a corrosão protege e serve como barreira física contra cortes, riscos, arranhões, torções e trincos, que é o que geralmente ocorre na madeira. 

O método possui também um bom desempenho em relação a acústica e térmica, combinado de produtos de isolamento e revestimento entre as placas de paredes, e o forro revestido de lã, obtendo um resultado superior ao desempenho da alvenaria convencional. 

Os custos de energia para o aquecimento ou refrigeração dependendo do clima da região pode se ter uma diferença considerável no valor na conta de luz comparado ao sistema convencional. 

A manutenção também tem um baixo custo devido a facilidade e agilidade na execução dos serviços, não gerando barulho e sujeira. O aço ainda possui a vantagem de ser reaproveitado várias vezes sem perder suas principais funcionalidades, qualidade e resistência, mantendo um canteiro organizado.

  1. Desvantagens 

Após destacar os vários pontos positivos, é importante comentar sobre dois pontos negativos em relação a esse método. Primeiramente, a leveza da obra traz algumas limitações, como a quantidade de andares, não podendo ultrapassar de cinco, e o outro fator ocorre dependendo do material utilizado na parte interna da obra, ou seja, utilizando um material frágil como revestimento, a parede e a estrutura podem ser danificadas se colocado objetos pesados. 

Outra desvantagem está relacionada ao fato de ser uma maneira inovadora de construção no Brasil, onde não existe muita mão de obra especializada. 

  1. Materiais de construção

Os materiais utilizados na construção, são industrializados sob normas internacionais de desempenho e fabricação, garantindo que seja um produto de qualidade quando finalizado. 

O Steel Frame é um estilo personalizado e com características únicas.

Ver a imagem de origem
  1. Conclusão 

Após analisar alguns processos dessa metodologia, podemos destacar a importância do estudo sobre implantação desse método. No ponto de vista arquitetônico conseguimos explorar o aço de varias formas, estando ligado com elementos de leveza visual, acabamentos, criação de formas e tipos variados de fechamentos e detalhes, gerando propostas e ampliações possibilitando a qualidade construtiva e habitacional do espaço. 

Portanto por ser um sistema construtivo aberto, temos flexibilidade nas formas de criação, lembrando que é uma fonte customizável onde conseguimos ter controle dos gastos e reciclagem, podendo ser utilizado várias vezes. Por fim, a construção pode ser comparada a uma caixa metálica reforçada.  

  1. Referências 

https://www.fag.edu.br/upload/ecci/anais/559532ca64bc5.pdf

https://casaeconstrucao.org/materiais/steel-frame/

Escrito por: Stéfany Emily Libanio de Souza.
Arte de capa por: Saulo Bonetti Buogo
.