Desde o início dos tempos o homem sente a necessidade de se locomover entre lugares como cidades, estados ou até mesmo países para comércio, saúde, segurança, entre outros motivos. Assim, surgiram as famosas rodovias, historicamente construídas a partir do século XIX para substituir as estradas e com a indústria automotiva, no século XX, foram utilizadas para proporcionar rapidez no tráfego.

O QUE SÃO

Pode-se dizer que são vias de trânsito terrestre, feitas para nos interligar de forma simples e fácil por meio de veículos de todos os tamanhos. Por tais, passam as principais transportadoras de cargas e passageiros. Com isso, precisam de identificação para proporcionar maiores informações sobre seus trechos, logo, no Brasil, as federais são chamadas pelas iniciais BR-XXX, onde XXX é o código de cada rodovia, e as estaduais de AB-XXX, onde as letras AB representam o código do Estado brasileiro e o XXX ou XX é o código da estrada.

Rodovia dupla com dois sentidos vista de cima.
Fonte: Truckpad.

COMO SÃO CONSTRUÍDAS

Para serem construídas, são necessárias três fases que farão a obra ter sucesso, e são elas: planejamento, projeto e construção.

  1. Planejamento: Aqui é decidida a principal função da rodovia, que pode ser turística, comercial ou militar. Além de pensar nos cálculos de volume, densidade do peso e tipos de veículos que passarão por ela.
  2. Projeto: Onde se desenha, calcula e entende o planejamento, para deixar tudo pronto e encaminhar a etapa seguinte.
  3. Construção: O projeto é colocado em prática, para isso é necessária uma equipe especializada e materiais de qualidade feitos e estruturados de acordo com a rodovia específica.

Contudo, a construção de rodovias é um processo bastante extenso, podendo levar anos de acordo com as verbas destinadas. Ao todo, são mais de 20 etapas até chegar ao momento de aplicação do selante asfáltico e a rodovia estar apta para a passagem dos transportes. Detalhadamente, vale ressaltar estas:

  • Licenciamento ambiental;
  • Desmatamento com um trator de esteira;
  •  Fundação de toda a estrutura;
  •  Estaqueamento;
  • Terraplanagem de bueiro;
  •  Corte;
  • Compactação do solo.

Porém, algumas alterações podem atrasar a entrega, principalmente se for considerado o tipo de solo por onde a estrada irá percorrer.

Antes e depois de uma rodovia em construção.
Fonte: ABUR – Brasil

EXPANSÃO NO BRASIL

As rodovias brasileiras surgiram só na década de 1920, primeiramente na região Nordeste, em programas de combate às secas. A primeira rodovia pavimentada, a Rio-Petrópolis, foi inaugurada em 1928, a qual atualmente se chama rodovia Washington Luís.

Contudo, a construção de rodovias aqui no Brasil ganhou poderoso impulso a partir das décadas de 1940 e 1950, devido a três fatores principais:

  • Criação do Fundo Rodoviário Nacional, em 1946;
  •  Fundação da Petrobrás, em 1954;
  •  Implantação da indústria automobilística nacional, em 1957.

Em 1973, o Plano Nacional de Viação passou a vigorar, modificando e definindo o sistema rodoviário federal. Assim, compõe-se de oito rodovias radiais, com ponto inicial em Brasília e numeração iniciada por zero; quatorze rodovias longitudinais, no sentido norte-sul, com numeração iniciada em um; vinte e uma rodovias transversais, no sentido leste-oeste, com numeração iniciada em dois; vinte e nove rodovias diagonais, cuja numeração começa em três e setenta e oito rodovias de ligação entre cidades, com numeração iniciada em quatro.

Porém, as dificuldades econômicas do país causaram uma progressiva degradação da rede rodoviária e a construção de novas estradas foi praticamente paralisada ou mantida setorialmente. Então, observa-se que essa situação acarretou e ainda acarreta graves prejuízos, contando as perdas de vidas em acidentes e atropelamentos.

CURIOSIDADES PELO MUNDO

1.    A BR-116 é a maior rodovia do Brasil com 4660 km de extensão. A estrada que é toda pavimentada atravessa o Brasil de Norte a Sul, passando por 10 estados brasileiros.

2.    Os primeiros registros do asfalto que cobre nossas rodovias são de 3000 a.C. e na época ele era feito com piche retirado de “lagos pastosos”. Atualmente, ele é extraído do petróleo.

3.    O maior complexo de rodovias do mundo é a Rota Panamericana, um conjunto de rodovias que soma 48 mil quilômetros no total, ligando Ushuaia, no extremo Sul da Argentina, até a baía de Prudhoe, no Alasca, extremo Norte do continente.

4.    Se um motorista passasse por todos os pedágios do Brasil com um carro de passeio, ele pagaria cerca de 1737 reais, que é a soma das tarifas de todas as praças do país.

5.    A única ligação terrestre entre o Brasil e a Venezuela é a BR-174, que emenda-se com a estrada 10 do outro país por onde é possível chegar a Caracas ou ao litoral caribenho.

REFERÊNCIAS

https://portogente.com.br/portopedia/74712-rodovia

https://dev.brasilescola.uol.com.br/geografia/rodovias.htm

https://www.truckpad.com.br/blog/rodovias-diagonais/

https://mundoeducacao.uol.com.br/geografia/rodovias.htm

https://etesco.com.br/construcao-de-rodovias-entenda-o-procedimento/#Rodovia_o_que_e

https://abur.org.br/

https://portogente.com.br/portopedia/73422-rodovias-no-brasil

https://stratura.com.br/curiosidade-sobre-o-asfalto/#:~:text=Os%20primeiros%20registros%20s%C3%A3o%20de,ele%20%C3%A9%20extra%C3%ADdo%20do%20petr%C3%B3leo.

https://www.caminhoneironews.com/post/3448/Confira-as-10-maiores-rodovias-do-mundo.

https://super.abril.com.br/mundo-estranho/se-um-motorista-passasse-por-todos-os-pedagios-do-brasil-quanto-ele-pagaria/

https://g1.globo.com/especial-publicitario/em-movimento/noticia/as-curiosidades-das-10-maiores-rodovias-do-brasil.ghtml

Escrito por: Maria Eduarda Pereira Grella
Arte de capa por: Nicole Gonçalez Cavalini